banner_fornecedores

Indústria de material de construção tem fevereiro regular, apura Abramat
A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) acaba de divulgar a nova edição do Termômetro da Indústria de Mate... Leia mais.

Mortes por choques elétricos aumentam 12% no Brasil, apura Abracopel
Choques elétricos são verdadeiros riscos e o que muitas pessoas não sabem é que eles podem levar à morte. De acordo com Anuário Estatístico ... Leia mais.

Covid-19 causa impacto expressivo na confiança do consumidor em março
O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas (FGV) caiu 7,6 pontos em março, para 80,2 pontos, o menor valor desde j... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Caixa e banco chinês criarão fundo de investimentos de 50 bilhões de dólares para infraestrutura


A Caixa Econômica Federal e o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC), o maior banco do mundo, assinaram na última terça-feira (19) um memorando de entendimentos para a criação de um fundo de investimentos de 50 bilhões de dólares destinado a projetos de infraestrutura de interesse dos dois países.
Os recursos virão do Programa de Financiamento Verde para a América Latina e Caribe (GFP), criado pela instituição chinesa para bancar projetos sustentáveis em energia limpa, infraestrutura e agricultura. O ICBC possui 3,3 trilhões de dólares em ativos e R$ 278 bilhões em valor de mercado, segundo a Revista Forbes.
Representantes da Caixa e do banco chinês terão 60 dias para definir os critérios de seleção de projetos e o formato do fundo. O grupo de trabalho deve definir se o novo fundo apenas oferecerá linhas de crédito a empresas ou se funcionará como um fundo de participações.
A gerência a administração do fundo ficará a cargo da Caixa. Segundo a presidente do banco, Miriam Belchior, dependendo dos projetos e do interesse do parceiro chinês, o volume de recursos pode ser ampliado. Além disso, o grupo de trabalho deve estudar possíveis investimentos na área de habitação. "Esta parceria nos permite continuar trilhando o caminho da melhoria da infraestrutura brasileira, que tem gerado tantos empregos no País", disse.
Entre os projetos já anunciados como de interesse do governo chinês, está a construção da megaferrovia Transoceânica, e a construção de uma indústria siderúrgica no Maranhão.