banner_fornecedores

Produção industrial recua em 13 dos 15 locais pesquisados, aponta IBGE
A Pesquisa Industrial Mensal, apurada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na série com ajuste sazonal, mostra que, ... Leia mais.

Nível de Utilização da Capacidade Instalada melhora em maio, revela FGV IBRE
Em maio, o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) apresentou leve melhora, segundo cálculos do Instituto Brasileiro de Economia ... Leia mais.

Percentual de famílias com trabalho afetado pela pandemia sobe, mostra pesquisa
Pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE) mostra que pelo menos um membro de 57,2% das ... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Caixa e banco chinês criarão fundo de investimentos de 50 bilhões de dólares para infraestrutura


A Caixa Econômica Federal e o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC), o maior banco do mundo, assinaram na última terça-feira (19) um memorando de entendimentos para a criação de um fundo de investimentos de 50 bilhões de dólares destinado a projetos de infraestrutura de interesse dos dois países.
Os recursos virão do Programa de Financiamento Verde para a América Latina e Caribe (GFP), criado pela instituição chinesa para bancar projetos sustentáveis em energia limpa, infraestrutura e agricultura. O ICBC possui 3,3 trilhões de dólares em ativos e R$ 278 bilhões em valor de mercado, segundo a Revista Forbes.
Representantes da Caixa e do banco chinês terão 60 dias para definir os critérios de seleção de projetos e o formato do fundo. O grupo de trabalho deve definir se o novo fundo apenas oferecerá linhas de crédito a empresas ou se funcionará como um fundo de participações.
A gerência a administração do fundo ficará a cargo da Caixa. Segundo a presidente do banco, Miriam Belchior, dependendo dos projetos e do interesse do parceiro chinês, o volume de recursos pode ser ampliado. Além disso, o grupo de trabalho deve estudar possíveis investimentos na área de habitação. "Esta parceria nos permite continuar trilhando o caminho da melhoria da infraestrutura brasileira, que tem gerado tantos empregos no País", disse.
Entre os projetos já anunciados como de interesse do governo chinês, está a construção da megaferrovia Transoceânica, e a construção de uma indústria siderúrgica no Maranhão.