banner_fornecedores

Após três quedas consecutivas, indústria eletroeletrônica registra crescimento
Maio último mostrou-se um mês positivo para a indústria elétrica e eletrônica. Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Est... Leia mais.

Monitor do PIB aponta crescimento de 0,7% da atividade econômica em maio
O Monitor do PIB-FGV aponta crescimento de 0,7% da atividade econômica em maio, na comparação com abril, na análise da série dessazonalizada... Leia mais.

Confiança do empresário do comércio volta a crescer após quatro meses, diz CNC
De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), após ter alcançado o menor patamar da série histórica n... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Construção civil criou 11.165 novos postos de trabalhos em agosto, diz Caged


O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), divulgou na semana passada que a construção civil criou 11.165 novos em agosto. Ao todo, segundo dados, foram gerados 127.648 empregos formais no Brasil no mês em questão.
No acumulado do ano, segundo o levantamento, o emprego cresceu 2,72%, representando o acréscimo de 1.076.511 postos de trabalho. Nos últimos 12 meses foram criados 937.518 novas vagas, uma elevação de 2,36%.
Em agosto, o bom desempenho se refletiu em seis dos oito setores da economia, com destaque para o setor de Serviços, que gerou 64.290 mil postos de trabalho, seguido do Comércio, com aumento de 50.070 postos e a Indústria de Transformação, com 11.347 postos. Os únicos setores que apresentaram declínio foram a Agricultura, com perda de 12.092 postos e o setor de Serviços Industriais de Utilidade Pública (SIUP), com queda de 448 postos.
Segundo análise de equipe técnica do MTE, o resultado aponta um maior dinamismo do mercado de trabalho formal.