banner_fornecedores

Indústria de material de construção tem fevereiro regular, apura Abramat
A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) acaba de divulgar a nova edição do Termômetro da Indústria de Mate... Leia mais.

Mortes por choques elétricos aumentam 12% no Brasil, apura Abracopel
Choques elétricos são verdadeiros riscos e o que muitas pessoas não sabem é que eles podem levar à morte. De acordo com Anuário Estatístico ... Leia mais.

Covid-19 causa impacto expressivo na confiança do consumidor em março
O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas (FGV) caiu 7,6 pontos em março, para 80,2 pontos, o menor valor desde j... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Roca inaugura sua primeira fábrica de metais sanitários no Brasil


Com cinco unidades fabris de louças sanitárias no Brasil, o Grupo Roca inaugurou no dia 2 de abril sua primeira fábrica de metais sanitários, no município de Vitória de Santo Antão, em Pernambuco, a 50 km de Recife.
O evento contou com a presença do prefeito do município, Elias Lira, e do governador Eduardo Campos, em sua última semana de gestão antes de se candidatar à presidência da República, além do managing director da Roca no Brasil, Joan Jordà.
Foi feito um investimento de R$ 44 milhões no complexo, que está instalado em um terreno de 50 mil m², com uma área construída 10 mil m² para fábrica e armazém, que deve ser expandida para até 15 mil m².
A produção da fábrica chegará 1,5 milhão de torneiras, misturadores e acessórios por ano em três anos, com a geração de 300 postos de trabalho ao final desse período. Este ano, serão gerados 150 empregos, com a produção de oito linhas das marcas Celite e Roca.
A escolha do estado de Pernambuco para implantação da unidade de metais se deu pelo grande crescimento da marca na região Nordeste, além de o estado também já possuir uma fábrica do grupo, de louças sanitárias, e outros fatores como a malha rodoviária disponível.
A empresa
De origem espanhola, o Grupo Roca opera no Brasil com as marcas Laufen (premium), Roca (médio e luxo), Incepa (médio), Celite (médio e econômico) e Logasa (econômico), com quatro fábricas de louças sanitárias em São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Pernambuco, e três de revestimentos cerâmicos no Paraná. Seu faturamento no País em 2013 foi de R$ 944,2 milhões.