banner_fornecedores

Atividade industrial se aproxima do nível pré-pandemia, revela CNI
A atividade industrial continuou em trajetória de recuperação em julho. Com o novo aumento, os índices de faturamento, horas trabalhadas na ... Leia mais.

Pesquisa revela a expectativas de consumo
Com data marcada para 27 de novembro - menos de um mês antes do Natal - a Black Friday 2020 promete movimentar o varejo. No ano passado, a d... Leia mais.

Vendas no varejo crescem 5,2% em julho e têm a terceira alta seguida no ano
O volume de vendas do varejo cresceu 5,2% em julho em relação ao mês anterior, após a alta recorde de 13,3% em maio e de 8,5% em junho. Esse... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Preço médio de imóveis sobe menos do que a inflação em 2014


O Índice FipeZap, que mede o preço do metro quadrado em 16 capitais brasileiras, registrou em abril aumento de 11,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. Apesar da alta, esse é o quinto mês consecutivo que o índice tem desaceleração. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (6) pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e pelo portal ZAP Imóveis.
Em comparação com o mês de março, o preço médio do metro quadrado nas cidades analisadas subiu 0,49% em abril. Apenas em Fortaleza, que teve alta de 1,38%, o aumento mensal foi maior do que a variação esperada para o IPCA, que é de 0,80%. A cidade de Porto Alegre apresentou a maior queda, de -1,63%, seguida por Curitiba (-0,57%) e Florianópolis (-0,13%). No acumulado do ano, as cidades tiveram aumento médio de 2,48%, variação menor do que a inflação no período, de 2,99%.
Os preços médios anunciados do metro quadrado foram: Rio de Janeiro (R$ 10.538); Brasília (R$ 8.155); São Paulo (R$ 8.003); Niterói (R$ 7.351); Recife (R$ 5.751); Belo Horizonte (R$ 5.424); São Caetano do Sul (R$ 5.398); Fortaleza (R$ 5.322); Florianópolis (R$ 5.217); Curitiba (R$ 5.084); Porto Alegre (R$ 4.751); Santo André (R$ 4.683); Vitória (R$ 4.634); São Bernardo do Campo (R$ 4.435); Salvador (R$ 4.341) e Vila Velha (R$ 3.937).
A média nacional de preço do metro quadrado, por fim, ficou em R$ 7.455.