banner_fornecedores

Queda da atividade industrial se intensifica em abril, apura sondagem da CNI
De acordo com a Sondagem Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI), os efeitos causados pela pandemia de coronavírus sobre a in... Leia mais.

Monitor do PIB aponta retração de 1,0% na economia no primeiro trimestre
O Monitor do PIB-FGV aponta, na análise da série dessazonalizada, retração de 1,0%, na atividade econômica no primeiro trimestre, na compara... Leia mais.

Indústria tem queda de 4,7% em abril sobre o mesmo mês de 2019
A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) divulga nesta segunda-feira (18 de maio), a nova edição da sua pes... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Caixa terá R$ 10 bilhões do FGTS para empréstimos nas áreas de habitação popular, infraestrutura e saneamento


O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aprovou na última quinta-feira (5) que a Caixa Econômica Federal use R$ 10 bilhões da dívida com o fundo, que totaliza R$ 150 bilhões, para aumentar o capital e o número de financiamentos nas áreas de habitação popular, obras de infraestrutura e projetos de saneamento básico. Com a decisão, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), não haverá a necessidade de aportes do Tesouro Nacional.
Os R$ 10 bilhões que entraram no capital do banco poderão financiar empréstimos de até R$ 90 bilhões nos próximos anos, uma vez que, na regra brasileira, cada R$ 1 de capital garante R$ 9 em operações de crédito.
No entanto, o Conselho Curador do FGTS estabeleceu que o dinheiro deve ser usado exclusivamente em operações de crédito associadas ao fundo, e a Caixa deverá informar ao conselho todos os empréstimos concedidos com esses recursos.