banner_fornecedores

Produção industrial recua em 13 dos 15 locais pesquisados, aponta IBGE
A Pesquisa Industrial Mensal, apurada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na série com ajuste sazonal, mostra que, ... Leia mais.

Nível de Utilização da Capacidade Instalada melhora em maio, revela FGV IBRE
Em maio, o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) apresentou leve melhora, segundo cálculos do Instituto Brasileiro de Economia ... Leia mais.

Percentual de famílias com trabalho afetado pela pandemia sobe, mostra pesquisa
Pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE) mostra que pelo menos um membro de 57,2% das ... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Emprego na construção brasileira apresenta estabilidade em maio


Com a abertura de apenas 1,8 mil vagas, o nível de emprego na construção civil brasileira registrou leve avanço de 0,05% no mês de maio em relação abril, segundo pesquisa elaborada pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) em parceria com a FGV (Fundação Getulio Vargas). Com o resultado, ao final de abril o número de trabalhadores do setor somava 3,525 milhões.

Nos primeiros cinco meses do ano, o indicador apresenta alta de 1,13%, com o saldo entre demissões e contratações ficando positivo em 39,4 mil. No entanto, na comparação com maio de 2013, quando o setor empregava 3,510 milhões, o levantamento indica alta de apenas 0,42%.  

Segundo Sergio Watanabe, presidente do SindusCon-SP, “a estabilização do nível de emprego na construção reflete a retração no crescimento dos investimentos. No caso da cidade de São Paulo, onde o nível de emprego na construção voltou ao patamar de um ano atrás, as incertezas com relação ao Plano Diretor também pesaram”.