banner_fornecedores

Atividade industrial se aproxima do nível pré-pandemia, revela CNI
A atividade industrial continuou em trajetória de recuperação em julho. Com o novo aumento, os índices de faturamento, horas trabalhadas na ... Leia mais.

Pesquisa revela a expectativas de consumo
Com data marcada para 27 de novembro - menos de um mês antes do Natal - a Black Friday 2020 promete movimentar o varejo. No ano passado, a d... Leia mais.

Vendas no varejo crescem 5,2% em julho e têm a terceira alta seguida no ano
O volume de vendas do varejo cresceu 5,2% em julho em relação ao mês anterior, após a alta recorde de 13,3% em maio e de 8,5% em junho. Esse... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Vendas e lançamentos de imóveis novos em São Paulo registram alta em setembro, diz Secovi


O número de imóveis residenciais novos comercializados na cidade de São Paulo totalizou 2.787 em setembro, crescimento de 55,1% em relação ao mês anterior, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (3) pelo Sindicato de Habitação de São Paulo (Secovi-SP). Em relação ao mesmo mês do ano passado, no entanto, houve queda de 5,6%.
Entre janeiro e setembro de 2014, foram vendidas 14.374 unidades residenciais novas, quantidade 43,8% menor que a registrada no mesmo período do ano anterior. Com base nos dados acumulados, a entidade prevê que o mercado imobiliário feche o ano com o total de 24 mil unidades comercializadas em São Paulo.
O levantamento mostra ainda que, em relação a agosto, o número de lançamentos residenciais aumentou 90% em setembro, com 4.018 imóveis ofertados. Já na comparação com o mesmo período de 2013, o aumento foi de 35,6%. A análise foi feita pela Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp).
Já no acumulado do ano, foram ofertadas 18.367 unidades, o que representa queda de 15,4% em relação aos primeiros nove meses do ano passado.
De acordo com o Secovi, o terceiro trimestre do ano representou 37% do total das unidades vendidas e 39% dos lançamentos, demonstrando retomada do mercado em setembro em relação aos trimestres anteriores.