banner_fornecedores

Produção industrial recua em 13 dos 15 locais pesquisados, aponta IBGE
A Pesquisa Industrial Mensal, apurada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na série com ajuste sazonal, mostra que, ... Leia mais.

Nível de Utilização da Capacidade Instalada melhora em maio, revela FGV IBRE
Em maio, o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) apresentou leve melhora, segundo cálculos do Instituto Brasileiro de Economia ... Leia mais.

Percentual de famílias com trabalho afetado pela pandemia sobe, mostra pesquisa
Pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE) mostra que pelo menos um membro de 57,2% das ... Leia mais.


Usuário:
Senha:


CUB paulista inicia o ano com aumento de 0,33%, diz SindusCon-SP


O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil do estado de São Paulo, calculado sobre obras não incluídas na desoneração da folha de pagamento, registrou alta de 0,33% em janeiro em relação a dezembro, de acordo com dados da pesquisa divulgada nesta terça-feira (3) pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).
Em janeiro, os custos com mão de obra aumentaram 0,45% em relação ao mês anterior, enquanto as despesas com materiais de construção e com os salários dos engenheiros subiram, respectivamente, 0,10% e 0,77%. Com os resultados, o valor da construção por metro quadrado fechou o primeiro mês do ano em R$ 1.173,40.
No acumulado dos últimos 12 meses, o CUB paulista avançou 6,66%, com aumento de 8,84% nos custos com a mão de obra, de 3,09% com materiais e de 11,78% com os salários dos engenheiros.
Quanto às obras incluídas na desoneração da folha de pagamentos, o CUB registrou alta de 0,35% em janeiro, ficando em R$ 1.091,85 por metro quadrado. Os custos com mão de obra apresentaram alta de 0,51%, enquanto as despesas com materiais subiram 0,10% e com os salários dos engenheiros 0,77%. Nos últimos 12 meses, o CUB desonerado avançou 6,57%.