banner_fornecedores

Atividade industrial paulista mostra reação em maio, aponta Fiesp e Ciesp
A indústria paulista de transformação mostrou reação positiva em maio, após dois meses de quedas generalizadas em março e abril. O Levantame... Leia mais.

Confiança empresarial recupera 61% das perdas do bimestre março-abril
O Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) da Fundação Getulio Vargas (FGV) caiu 16,7 pontos em junho, para 173,6 pontos. Com a segunda q... Leia mais.

Estudo da Juntos Somos Mais mostra a expectativa dos varejistas no pós-crise
Pesquisa realizada pela Juntos Somos Mais, ecossistema do varejo da construção civil, que contempla mais de 75 mil varejistas e mais de 20 e... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Manual do IPT mostra como instalar sistemas caseiros de captação e reúso de água da chuva


O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) lançou no domingo (22), em comemoração ao Dia Mundial da Água, o Manual para Captação Emergencial e Uso Doméstico de Água de Chuva, que reúne orientações para a criação de sistemas caseiros de aproveitamento emergencial de águas pluviais, considerando boas práticas para a captação, armazenamento e utilidade doméstica.
De acordo com o IPT, o reúso da água da chuva possui requisitos mínimos que devem ser respeitados para garantir o funcionamento do sistema e assegurar a qualidade dos volumes coletados. Entre as indicações do manual, estão as relativas aos possíveis usos da água armazenada, que incluem lavagem de carros, rega de plantações, limpeza de pisos e descargas em bacias sanitárias.
Além das instruções sobre como coletar e armazenar a água, o guia apresenta os principais riscos de se reutilizar água da chuva com qualidade inferior ao exigido para a saúde. O principal alerta da cartilha é a necessidade do descarte da água da primeira chuva, responsável pela lavagem da atmosfera e dos contaminantes presentes na superfície dos telhados.
"Recomenda-se o descarte de dois litros de água para cada metro quadrado de área de telhado utilizado para captação, o que corresponde aos dois primeiros milímetros de precipitação. É também fortemente recomendada a filtragem dessa água, mesmo que de maneira simplificada, com a utilização de um filtro de malha do tipo de coador de chá", explica o pesquisador do IPT Luciano Zanella.