banner_fornecedores

Após três quedas consecutivas, indústria eletroeletrônica registra crescimento
Maio último mostrou-se um mês positivo para a indústria elétrica e eletrônica. Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Est... Leia mais.

Monitor do PIB aponta crescimento de 0,7% da atividade econômica em maio
O Monitor do PIB-FGV aponta crescimento de 0,7% da atividade econômica em maio, na comparação com abril, na análise da série dessazonalizada... Leia mais.

Confiança do empresário do comércio volta a crescer após quatro meses, diz CNC
De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), após ter alcançado o menor patamar da série histórica n... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Governo Federal se compromete a regularizar os pagamentos do Minha Casa Minha Vida até agosto


Em reunião realizada na última segunda-feira (29) em Brasília, o Governo Federal se comprometeu com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) que vai regularizar todas as pendências com o setor até 15 de agosto. Entre elas, estão os pagamentos atrasados para as construtoras do Minha Casa Minha Vida (MCMV), cuja dívida chega a R$ 1,6 bilhão.
A proposta da CBIC é que já seja feito um desembolso de R$ 600 milhões para a quitação de parte dos passivos do programa nos primeiros dias de julho. A entidade também propôs o remanejamento dos prazos de pagamento para a Faixa I do MCMV e a readequação do cronograma de projetos cujas obras tenham menos de 70% de execução.
Já o governo prometeu realizar mudanças nos desembolsos do MCMV: as medições passarão a ser pagas com prazo de 30, 45 e 60 dias, de acordo com o porte da empresa. Também não serão feitas novas contratações.
"O governo nos dá um sinal de que deseja solucionar os problemas e vamos aguardar", afirma José Carlos Martins, presidente da CBIC. Para ele, o setor da construção civil precisa trabalhar com previsibilidade e planejamento. Outra reunião com o Governo Federal foi marcada para daqui 30 dias.