banner_fornecedores

Produção industrial recua em 13 dos 15 locais pesquisados, aponta IBGE
A Pesquisa Industrial Mensal, apurada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na série com ajuste sazonal, mostra que, ... Leia mais.

Nível de Utilização da Capacidade Instalada melhora em maio, revela FGV IBRE
Em maio, o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) apresentou leve melhora, segundo cálculos do Instituto Brasileiro de Economia ... Leia mais.

Percentual de famílias com trabalho afetado pela pandemia sobe, mostra pesquisa
Pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE) mostra que pelo menos um membro de 57,2% das ... Leia mais.


Usuário:
Senha:


FGTS pode ser usado para pagamento em três possibilidades


O saldo do FGTS pode ser utilizado para pagamento da casa própria e segundo a Caixa Econômica Federal, existem três possibilidades de uso. Para quem deseja comprar ou construir um imóvel residencial, o saldo do FGTS pode ser utilizado constituindo parte do pagamento ou pagamento do valor total. Há também a possibilidade de amortização ou liquidação do saldo devedor, ou então é possível usar o fundo para diminuir em até 80% o valor das prestações em até 12 meses consecutivos.

Primeiramente é importante que o interessado em adquirir um imóvel consulte seu saldo e veja quanto pode ser utilizado na operação de seu interesse. Posteriormente é preciso separar a documentação necessária. Entregá-la na agência mais próxima. Não é permitido o uso do FGTS para compra de imóvel comercial; reforma de imóvel; compra de terrenos sem construção ao mesmo tempo; compra de material de construção; compra de imóveis residenciais para familiares, dependentes ou outras pessoas.

O FGTS também pode ser usado para adquirir imóveis usados e a taxa de juros é de 5% ao ano. Nesse tipo de financiamento, a prestação não pode ser maior que 30% da renda familiar bruta. Para conseguir qualquer linha de crédito imobiliário é necessário ser brasileiro nato ou naturalizado; se estrangeiro, possuir visto permanente no País; ter cadastro sem restrições (Serasa, SPC, BACEN e Receita Federal); possuir capacidade econômico-financeira para pagamento da prestação mensal; ter capacidade civil e ser maior de 18 anos.