banner_fornecedores

Indústria de material de construção tem fevereiro regular, apura Abramat
A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) acaba de divulgar a nova edição do Termômetro da Indústria de Mate... Leia mais.

Mortes por choques elétricos aumentam 12% no Brasil, apura Abracopel
Choques elétricos são verdadeiros riscos e o que muitas pessoas não sabem é que eles podem levar à morte. De acordo com Anuário Estatístico ... Leia mais.

Covid-19 causa impacto expressivo na confiança do consumidor em março
O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas (FGV) caiu 7,6 pontos em março, para 80,2 pontos, o menor valor desde j... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Mercado imobiliário começa aquecido em 2018, mostra Radar Abrainc-Fipe


A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) divulgaram na última semana o Radar Abrainc-Fipe, que mostra um aumento de 19,5% nos lançamentos e de 6,3% na comercialização de imóveis novos nos últimos 12 meses encerrados em janeiro. Ao todo, 83.827 mil unidades foram colocadas no mercado e 110.849 unidades vendidas.

“De certa forma, é possível afirmar que os primeiros resultados de 2018 apontam para uma manutenção da trajetória positiva de recuperação do mercado observada ao longo de 2017”, diz a pesquisa.

Por segmento, contudo, os empreendimentos residenciais de médio e alto padrão (MAP) apresentaram o lançamento de 18.552 imóveis e a comercialização de 34.742 unidades, o que representa uma alta de 30,1% e uma queda de 9,4%, respectivamente, nos últimos 12 meses encerrados em janeiro em comparação ao ano anterior.

Já os empreendimentos vinculados ao programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) tiveram um desempenho ainda melhor: crescimento de 20,1% nos lançamentos (64.350 unidades) e de 26,8% nas vendas (70.555 unidades) no período analisado.

Por fim, a pesquisa mostra que a relação entre distratos e vendas do segmento MAP foi de 42,3% enquanto esse percentual foi de 16,8% entre empreendimentos MCMV.