banner_fornecedores

Indústria de material de construção tem fevereiro regular, apura Abramat
A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) acaba de divulgar a nova edição do Termômetro da Indústria de Mate... Leia mais.

Mortes por choques elétricos aumentam 12% no Brasil, apura Abracopel
Choques elétricos são verdadeiros riscos e o que muitas pessoas não sabem é que eles podem levar à morte. De acordo com Anuário Estatístico ... Leia mais.

Covid-19 causa impacto expressivo na confiança do consumidor em março
O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas (FGV) caiu 7,6 pontos em março, para 80,2 pontos, o menor valor desde j... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Índice da ABRAMAT aponta resultados positivos em outubro



A ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção) divulgou a edição de seu índice de outubro. Como destaque da pesquisa, temos o registro de crescimento no faturamento da indústria de materiais de construção em outubro em todas as comparações, ainda que em relação ao mês anterior a alta aferida seja mínima. O décimo mês do ano apontou resultado 4,1% superior no faturamento deflacionado. A comparação com setembro desse mesmo ano registra alta de 0,1%.
 
“Considerando os resultados acumulados pelo setor até outubro, a previsão para um encerramento do ano permanece alinhada com a projeção realizada que indicava crescimento de 1,5% em relação a 2017.Confirmada tal projeção, 2018 ficará marcado como um ano de recuperação para a indústria de materiais de construção, criando as bases para um crescimento maior em 2019 ” comenta Rodrigo Navarro, presidente da associação.
 
A fala do presidente da associação encontra respaldo também nos indicadores acumulados de faturamento, que apontam para um reaquecimento consistente do setor. Nos últimos 12 meses (set/17 a out/18), comparados ao mesmo período do ano anterior, o estudo demonstra alta de 2,3% no faturamento das associadas, enquanto que no acumulado do ano (jan/18 a out/18) o crescimento em relação ao mesmo período de 2017 é de 1,6%.
 
Com ambos os segmentos de produtos contribuindo para o crescimento do faturamento do setor, os materiais de base apontam alta de 4,9% em relação ao mesmo mês em 2017 e variação negativa de -0,2%em relação ao mês anterior. Os materiais de acabamento, por outro lado, indicaram aumento de 3,0% em relação a setembro de 2017 ecrescimento de 0,3% em relação ao mês anterior.
 
O emprego na indústria de materiais de construção seguiu sua tendência de queda. De janeiro até outubro de 2018 o número de vagas de emprego do setor reduziu -0,7% em relação ao mesmo período de 2017.