banner_fornecedores

Indústria de material de construção tem fevereiro regular, apura Abramat
A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) acaba de divulgar a nova edição do Termômetro da Indústria de Mate... Leia mais.

Mortes por choques elétricos aumentam 12% no Brasil, apura Abracopel
Choques elétricos são verdadeiros riscos e o que muitas pessoas não sabem é que eles podem levar à morte. De acordo com Anuário Estatístico ... Leia mais.

Covid-19 causa impacto expressivo na confiança do consumidor em março
O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas (FGV) caiu 7,6 pontos em março, para 80,2 pontos, o menor valor desde j... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Integração de ambientes: construção civil alia conforto e praticidade aos imóveis compactos


Tendência dos lançamentos imobiliários, as construções com metragens menores são destaques na capital e no interior. Isso porque o estilo de vida da sociedade está cada vez mais direcionado para a praticidade. 

Segundo levantamento realizado pelo Departamento de Economia e Estatística do Sindicato da Habitação de São Paulo, em setembro de 2018, as construções com menos de 45 m² de área útil lideraram os lançamentos na capital São Paulo, somando 137 unidades, entre prédios e condomínios. Esses imóveis também encabeçam as vendas, com 884 unidades, e a oferta para o mercado, com 8.189 unidades à disposição.

O mercado imobiliário tem reinventado os imóveis justamente para atender às necessidades atuais, como mobilidade e otimização de espaços. Nesse cenário, a integração de cômodos ganha força no universo da construção civil e na arquitetura por promover a conexão entre moradores, visitantes e a própria casa. Além disso, integrar ambientes tem sido a melhor opção para quem deseja ter praticidade e qualidade de vida.

A necessidade de repensar a disposição dos cômodos na hora de construir os apartamentos também surgiu para tentar aproximar as pessoas que disponibilizam de pouco tempo para momentos de reuniões em casa.

Atualmente, muitos vivem uma rotina voltada para o trabalho e os afazeres profissionais, o que exige das pessoas bastante tempo. Ainda, vivenciamos uma era de tecnologia e redes sociais que impactam no convívio social e, por isso, a construção civil tem repensado seu papel para ajudar, da melhor maneira possível, a promover uma mudança de hábito.