banner_fornecedores

Após três quedas consecutivas, indústria eletroeletrônica registra crescimento
Maio último mostrou-se um mês positivo para a indústria elétrica e eletrônica. Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Est... Leia mais.

Monitor do PIB aponta crescimento de 0,7% da atividade econômica em maio
O Monitor do PIB-FGV aponta crescimento de 0,7% da atividade econômica em maio, na comparação com abril, na análise da série dessazonalizada... Leia mais.

Confiança do empresário do comércio volta a crescer após quatro meses, diz CNC
De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), após ter alcançado o menor patamar da série histórica n... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Governo planeja construir 536 pequenas centrais hidrelétricas



Em encontro com representantes do setor elétrico, realizado em Brasília (DF), o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou que pretende desenvolver uma agenda com a Abema (Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente) e os órgãos estaduais de meio ambiente para padronizar procedimentos e viabilizar a construção de 536 pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) no País.

Os empreendimentos totalizariam quase 8 mil megawatts de potência e atenderiam aproximadamente 14 milhões de unidades consumidoras, resultando em investimentos de até R$ 70 bilhões nos próximos anos. A implantação dos projetos depende de licenciamento ambiental.

“Trabalhamos ativamente para o aprimoramento do planejamento energético, com fortalecimento da sustentabilidade ambiental. A palavra-chave é planejamento. No início de nossa gestão chamamos a todos para apresentar nossas ações prioritárias, e como iríamos realizar a implementação delas”, afirmou Albuquerque, ressaltando, ainda, a importância da modernização do processo de licenciamento ambiental para a sustentabilidade.

O ministro informou, também, que a agenda com a Abema e órgãos ambientais incluirá a elaboração de inventários hidrelétricos participativos, procedimento já iniciado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).