banner_fornecedores

Após três quedas consecutivas, indústria eletroeletrônica registra crescimento
Maio último mostrou-se um mês positivo para a indústria elétrica e eletrônica. Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Est... Leia mais.

Monitor do PIB aponta crescimento de 0,7% da atividade econômica em maio
O Monitor do PIB-FGV aponta crescimento de 0,7% da atividade econômica em maio, na comparação com abril, na análise da série dessazonalizada... Leia mais.

Confiança do empresário do comércio volta a crescer após quatro meses, diz CNC
De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), após ter alcançado o menor patamar da série histórica n... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Setor produtivo está mais otimista em julho, diz Abramat



Segundo pesquisa feita pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), houve uma melhora nas expectativas do setor produtivo em relação às ações do governo para os próximos meses. Das empresas associadas à entidade, 19% se disseram otimistas quanto a nova administração, uma alta de 11 pontos percentuais face ao mês anterior (8%). Ainda assim, 59% das associadas demonstraram indiferença e outros 22% relataram pessimismo.

De acordo com o presidente da Abramat, Rodrigo Navarro, a elevação no grau de otimismo é resultado de avanços como a melhora da interlocução entre o setor e o Governo Federal, após a criação da mesa executiva da construção civil. Navarro também considera que o governo deve avançar com projetos de importância ao setor, como o de incremento do saneamento básico, além das grandes reformas.

Ainda conforme o levantamento, 37% das 40 empresas associadas consideram que o resultado do desempenho em vendas no mês de junho foi “bom” ou “muito bom”, resultado 4 pontos percentuais maior na comparação com maio.

Com relação ao faturamento no mês de julho, 37% das empresas esperam um desempenho muito bom ou bom, enquanto 41% têm expectativa de um mês regular e 22% projetam um faturamento ruim.

Os números também impactaram positivamente nas intenções de investimento no setor. Conforme o levantamento, 70% dos empresários relataram pretensão de investir nos próximos 12 meses. Em junho, a utilização da capacidade instalada no setor se manteve em 69%.

Faturamento

Outra pesquisa feita Abramat mostrou que o faturamento da indústria de materiais de construção registrou queda de 1% em maio na comparação com o mês de abril. Entretanto, frente ao mesmo mês do ano passado, houve alta de 11,5%. No acumulado de 12 meses, o crescimento foi de 1,8%.

Com relação ao emprego no setor, em maio, o número de vagas manteve-se estável em relação a abril e aumentou 0,6% na comparação com maio de 2018. Já no acumulado do ano, o crescimento também é de 0,6%, e nos últimos 12 meses, de 1,6%.

Segundo a Abramat, os resultados positivos do faturamento em 2019 se devem às vendas ao varejo, impulsionadas por pequenas reformas residenciais e comerciais.