banner_fornecedores

Atividade industrial paulista mostra reação em maio, aponta Fiesp e Ciesp
A indústria paulista de transformação mostrou reação positiva em maio, após dois meses de quedas generalizadas em março e abril. O Levantame... Leia mais.

Confiança empresarial recupera 61% das perdas do bimestre março-abril
O Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) da Fundação Getulio Vargas (FGV) caiu 16,7 pontos em junho, para 173,6 pontos. Com a segunda q... Leia mais.

Estudo da Juntos Somos Mais mostra a expectativa dos varejistas no pós-crise
Pesquisa realizada pela Juntos Somos Mais, ecossistema do varejo da construção civil, que contempla mais de 75 mil varejistas e mais de 20 e... Leia mais.


Usuário:
Senha:


Comércio de material de construção registra estabilidade em dezembro, apura Anamaco



Dados da pesquisa Tracking Anamaco, realizada pela Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) indicam que o comércio varejista de material de construção teve um desempenho estável no último mês de 2019 em relação ao mês de novembro, a mesma tendência verificada no comparativo com 2018. Com isso, o setor fecha o ano com crescimento de 5% nas vendas e faturamento de R$ 140 bilhões.
De acordo com o levantamento, nas regiões Norte e Nordeste, as lojas apresentaram um crescimento de 11% e 3%, respectivamente, enquanto na Região Centro-Oeste houve estabilidade nas vendas e no Sul e Sudeste, retração de 3% nas vendas.
Em dezembro, a comercialização de tintas aumentou em 11%, enquanto a venda de revestimentos cerâmicos e telhas registrou o mesmo percentual do mês anterior: 1%, o que pode ser explicado pela preferência dos consumidores de pintar a casa no período de festas de final de ano.  A expectativa da Anamaco é que, em 2020, o varejo de material de construção cresça 8%.